terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Tattoo 4

O desenho base.
Então meti a cara e fiz mais uma tattoo.

Muito tempo atrás, eu fiz um desenho para encomendar um patch para meu colete, ainda na boa época do Boteco dos Estradeiros, um grupo de mototurismo que se reuniu porque todos possuíam Mirage (que depois foi sendo devidamente substituída por motos maiores). Este desenho consistia de uma cruz, uma Bíblia aberta com alfa e ômega em suas páginas, além de uns símbolos sobre ciência, filosofia e teologia, grandes interesses meus.

Ao pensar na nova tatuagem, eu quis aproveitar esta ideia, apenas retirando os tais símbolos. Ao lado, a imagem já um pouco trabalhada para servir de base ao trabalho. Ah, sim: a vontade era fazer um preto e cinza o mais realista possível.

No início.
Confesso que não estava botando muita fé de que o desenho ficasse lá muito realista. Mas também é um desenho simples. Nada que não pudesse ser melhorado ou complementado depois. Então nem estava muito preocupado que não ficasse exatamente do meu agrado.

Quando começou, porém, já vi que ia gostar do resultado. A foto ao lado foi durante uma pequena pausa que a tatuadora me pediu para colocar um piercing em uma cliente.

Duas coisas me impressionaram nesta sessão. Uma é que aproveitei para dar um retoque nos dedos, pois (bem) pequenas partes das letras ficaram claras ou apagaram de todo. Não lembrava que nos dedos doía tanto! Outra é que a pele do antebraço é bem mais sensível do que eu pensava. A agulha não doía quase nada, mas a pele ficou bastante "machucada" em algumas partes.

No fim, a tatuagem ficou um pouco maior do que eu tinha a intenção de fazer, menos realista do que eu gostaria, mas muito melhor do que eu esperava (muito melhor mesmo!). Gostei bastante do resultado e até de alguns detalhes inesperados. A Bíblia ficou mais preta (e neste momento está é um pouco arroxeada) que a cruz e a cruz ficou mais cinzenta, com os detalhes de pedra bem legais. Este contraste que, se por um lado faz parecer dois desenhos feitos em separado, por outro, justamente por esta "sobreposição", destaca cada um deles. Realmente gostei bastante!

Eis o resultado final:
Resultado final.
A foto não mostra bem o contraste das cores, mas dá uma boa ideia de como ficou.
E a próxima? Bem, eu meio que desisti daquela minha ideia inicial da tatuagem nas costas. Acho que passarei aquela ideia ao braço e encerro minhas aventuras de tinta com ela (ou talvez com algumas letras nas costas; isso ainda pode ser). Mas as vacas continuam magras, embora engordando, e isso vai demorar um bom bocado. Enquanto isso, vamos cicatrizar esta!

2 comentários:

  1. Tattoo vira vício, e quando menos se espera, você já ta com outra ! rsrsrs. Ficou show ! Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, bro. Nem terminou de cicatrizar e eu já fico pensando na próxima. rsrs
      Valeu! Abs.

      Excluir

Comente o que quiser, concordando ou discordando, sugerindo, elogiando ou criticando, mas seja sempre educado. Qualquer comentário que seja ofensivo ou vulgar não será publicado.
Comentários de anônimos sem assinatura também não serão publicados, qualquer que seja seu conteúdo. Nem comentários puramente marketeiros.