domingo, 24 de julho de 2016

Garagem-bar (postagem inaugural)

"Este é um 'blog-garagem'." - eu disse. "Um espaço para falar sobre alguns dos meus prazeres (...) e sobre assuntos afins." - eu insisti. Mas a verdade é que eu ainda não falei de nada de outros prazeres além de moto. 

A casa nova, foco deste último ano, e a fachada e garagem
provisórias (enquanto não há grana para muros e jardins).
Muito porque grande parte das minhas preocupações desde um ano atrás até aqui se concentraram na construção da casa nova (razão da quase despedida, que, acho, não será necessária). Casa nova que finalmente está construída e na qual estamos finalmente morando. 

Ainda não há a garagem física, nem aquele meu canto onde meus prazeres terão seu "santuário". Pelo que será de forma lenta e gradativa a inclusão de postagens sobre cachimbos e charutos e sobre cervejas, vinhos e whiskeys (sim, preferencialmente os com "e"). Não espere, porém, análises e reviews elaborados sobre tais prazeres. Sobre eles eu apenas sei dar um veredicto: "gostei" ou "não gostei". E é isto o que me interessa!

Mas está na hora, portanto, de começar a fazer do blog-garagem uma garagem-bar. E começo com estas duas fotos, que dão a idéia de como recupero meu estado de espírito (além de rodar).

Fim de dia, relaxando com cachimbo (Bazzanelli, servido de CG pêssego) e whisky (JW Black Label).
Sobre o JW, devo confessar que ainda estou me acostumando com os escoceses,
os quais não consigo tomar sem gelo. Mas tem sido uma experiência divertida.
Aproveitando o fim das férias com um churchwarden (Bertoldi, acabando com o CG pêssego) e
uma cerveja (Eisenbahn Pilsen), esta que é, sem dúvida, uma de fácil acesso
com o melhor custo-benefício: saborosa e preço na justa medida.

SalvarSalvar

terça-feira, 19 de julho de 2016

Uma quase despedida

Estou há um tempo sem postar. Muito por conta da correria de uma mudança de lar. E a volta não traz boas notícias, ao menos em relação ao (meu) motociclismo. As demandas de construção da nova casa estão pedindo por mais grana. Protelei e evitei o que deu, mas chegou a hora de pensar em me despedir da Lady Day.

Não sei quanto tempo à frente ficarei à pé, mas é certo que, se a venda for efetivada, minha experiência motociclística se resumirá ao namoro de baggers por um bom tempo. Seja como for, usarei esta postagem para divulgar as fotos para a venda.

As informações sobre a moto, caso a alguém interesse:
  • Sportster XL883 Custom 2007 Vivid Black
  • Acessórios nela: riser reduzido e ape hanger 12", cabos aerokip, kit de rebaixamento da suspensão traseira, sissy bar Wingscustom, solo bag Rider Classic.
  • Acessórios fora dela: bolsa para sissy bar, ponteiras (não sei qual fabricante, com detalhes no cromo, na parte inferior, não visível).
  • Valor: R$ 23.500,00
Fotos:
Lady Day. Por enquanto...
Não se precisa fazer muito para embelezar a menina. Uma solo bag e um sissy bar e voilà!
Ah, o banco é o original, mas com espuma trabalhada. Um tanto mais confortável.
Pouca perfumaria: capa da lanterna. 
Parece que não, mas estas peças cromadas fazem uma diferença brutal. 
O visual é bem clean. Eu ainda queria colocar roda raiada (e pneu banda branca) na traseira.
Ia ficar ainda mais linda.
Podem falar o que quiser do tanque 4,5 galões,
eu prefiro ele ao peanut. Este faz faltar moto.
Detalhe do riser reduzido.
Canos originais, kit de rebaixamento, amortecedor original
e pouca perfumaria: em detalhe a capa do eixo traseiro.
Ah, sim: rebaixada a capa da correia não serve. Tenho guardada, mas está amassada.
Kilometragem atual, sujeita a alteração sem prévio aviso!
Caramba! Eu vou sentir falta dessa menina!

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Motos e fotos 6

Autor: Roberto Vargas Jr.
Nota: A Lady Day em sua nova casa, em garagem provisória.
A única área externa algo coberta.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Capacetes: Indian Motorcycles

Não tenho muita informação sobre o capacete, exceto que o autor da foto se chama Lobão, o artista se chama Igor e o possível proprietário se chama Alexandre Peixoto. Baita foto, aliás, e belíssimo capacete!
Autor: Luciano Meirelles Lobão, no Instagram.