sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Sobre cervejas


Recentemente tomei uma decisão bem pessoal a propósito de cervejas:

Realmente sem santarronice, mas...
Cerveja tinha que ter nome (de) santo,
como eu costumo brincar. Não é ilícita, mas divina!
A verdade é que, por ser cristão, sempre me incomodei com a referência de rótulos ou de comerciais a toda sorte de pecados. Porque a coisa não me faz sentido algum.

Afinal, ora essa!, boa parte das cervejas foram desenvolvidas em monastérios. Confundir a reverência a Deus com um austero mau humor moralista é tudo quanto está mais longe da verdade. O bom humor no silogismo deste quadro está muito mais próximo do que o comportamento cristão deve ser:

Quem bebe, dorme; quem dorme não peca; quem não peca, santo é.
Portanto: quem bebe, santo é.
Há, inclusive, uma famosa afirmação de Martinho Lutero que dizia, ao ser questionado sobre ter sido o responsável pela Reforma Protestante e o cisma com a Igreja Romana: "Eu não fiz nada, eu apenas preguei a Palavra de Deus, e enquanto eu tomava a minha cerveja a Palavra de Deus foi destruindo todo aquele império".

Quando alguém quer indicar uma moralidade exagerada ou falsa, usa o pejorativo "puritano". Uma enorme injustiça! Como disse C. S. Lewis em Studies in Medieval and Renaissance Literature: "Os puritanos amavam fumar; bebiam, caçavam, praticavam esportes, usavam roupas coloridas, faziam amor com suas esposas, tudo isso para a glória de Deus, que os colocou em posição de liberdade."

Assim deve ser àqueles a quem Deus prometeu uma vida abundante. Não toleramos os exageros e os vícios, mas não nos negamos os prazeres. Ao contrário, fruímos todo gozo para a glória dEle!

E é por isso que costumo brincar que "cerveja tem que ter nome de santo". Ou, mais propriamente, os nomes das cervejas, das cervejarias e os comerciais da bebida deveriam invocar os prazeres do paraíso e de todas as dádivas divinas.

Assim é que gostei demais deste comercial da cerveja Leffe. Confira:

Leffe: seja sempre bem-vindo!
Eis uma boa parte dos meus prazeres em referência aqui: Deus, motos, boa cerveja, boa música... Tudo na mais perfeita harmonia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente o que quiser, concordando ou discordando, sugerindo, elogiando ou criticando, mas seja sempre educado. Qualquer comentário que seja ofensivo ou vulgar não será publicado.
Comentários de anônimos sem assinatura também não serão publicados, qualquer que seja seu conteúdo. Nem comentários puramente marketeiros.