sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Sobre Harleys, capitalismo e esquerdismo

Este mundo está chato demais por conta da sensibilidade moderna embalada pelo politicamente correto das esquerdas. Tudo é motivo para alguém se vitimizar. E se você se enquadra em qualquer estereótipo "opressor", dá-lhe aguentar choradeira.

Sempre há incoerentes esquerdistas banqueteando-se das benesses capitalistas, a "esquerda caviar" do Rodrigo Constantino. Entre harleyros também, obviamente. Mas eis que nós, que temos motocicletas da marca, mesmo que pobretões que as compraram após muito suor, somos tidos por malditos opressores esbanjadores de um dinheiro que seria melhor aplicado em projetos sociais.

Assim é que gostei muito desta "resposta":

Fonte original: The Free Patriot.
Fonte da tradução*: Tradutores de direita.
* Eu editei o texto traduzido.
"Um cara olhou para a minha Harley e disse: 'Eu me pergunto quantas pessoas poderiam ter sido alimentadas pelo dinheiro que essa moto custa'.
Eu respondi: 'Eu não tenho certeza; alimentou um monte de famílias em Milwaukee, Wisconsin, que a fabricaram, alimentou as pessoas que fizeram os pneus, as pessoas que fizeram os componentes que vão nela, alimentou as pessoas da mina de cobre que extraiu o cobre para os cabos, alimentou as pessoas em Decatur Il, na Caterpillar que fazem os caminhões que transportam o minério de cobre. Acho que realmente não sei quantas pessoas foram alimentadas.'
Essa é a diferença entre o capitalismo e a mentalidade assistencialista. Ao comprar algo, você coloca dinheiro no bolso das pessoas e dá a elas a dignidade por suas habilidades. Quando você dá a alguém algo em troco de nada, está roubando sua dignidade e autoestima. Capitalismo é dar livremente o seu dinheiro em troca de algo de valor; Socialismo é tirar seu dinheiro contra sua vontade e empurrar sua goela abaixo algo que você nunca pediu."

Ah, sim, talvez a descrição de capitalismo e socialismo seja por demais simplista, uma caricatura.  Há mais variáveis envolvidas e os extremos de lado a lado não fazem justiça. Mas é uma caricatura que grita uma verdade.

Não, este autor não enviesará por sendas políticas. O blog não é para isso. Mas ao inferno com a sensibilidade moderna, o politicamente correto e todas as farsas esquerdistas!

2 comentários:

  1. Pena q é exatamente esse simplismo q destrói completamente o argumento em favor do capitalismo.
    Se os salários forem de fato justos e DIGNOS(!) esse texto seria qse perfeito…

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, jura que a única postagem que te motivou a comentar foi esta?
      Este blog não tem viés político e eu não vou dar vazão a isso. Apenas direi o seguinte: reflita se sua condicional também não é de um simplismo atroz.
      De resto, minha postagem não quer realmente fazer defesa de nada além que "este mundo está chato demais por conta da sensibilidade moderna embalada pelo politicamente correto das esquerdas". E o blog está repleto de coisas sobre motos e temas afins: isto é o que interessa!

      Excluir

Comente o que quiser, concordando ou discordando, sugerindo, elogiando ou criticando, mas seja sempre educado. Qualquer comentário que seja ofensivo ou vulgar não será publicado.
Comentários de anônimos sem assinatura também não serão publicados, qualquer que seja seu conteúdo. Nem comentários puramente marketeiros.